Parte das renúncias dos algarvios nesta Quaresma reverterá para os cristãos perseguidos

Refugiados

A Diocese do Algarve decidiu que parte da renúncia desta Quaresma reverterá a favor dos perseguidos do Médio Oriente, através da Fundação Ajuda a Igreja que Sofre (AIS).

Segundo apurou Folha do Domingo, a outra parte das receitas, resultantes da privação dos fiéis, servirá para as necessidades da diocese algarvia.

Páginas